Prefeitura de São José zera fila na Educação Infantil

Gisele Lopes
Secretaria de Educação e Cidadania

Em janeiro de 2017, mais de 5.000 crianças aguardavam por uma vaga na Educação Infantil de São José dos Campos (SP). Com a construção de nove unidades escolares, reforma e ampliação de outras 33 escolas, a Prefeitura de São José dos Campos criou mais de 7.000 vagas, priorizando os que mais precisam. O investimento total no período supera os R$ 79 milhões.

Outras duas unidades para crianças de 0 a 5 anos estão em construção nos bairros Jardim Santa Hermínia e Jardim São José 2.

De 2017 até agora, houve a entrega de escolas nos bairros Alto da Ponte (Maria Aparecida Candelária Bernades Ottoboni), Vila Monterrey (Emei Denise Prates Fernandes Rocha), Jardim Santa Edwiges (Emei Maria Leonor de C. Mota Miranda), Campo dos Alemães (Emei Rosana Scarpel da Silva), Setville  (Cedin Dejanira Moreira Machado dos Santos).

O bairro Pinheirinho do Palmares (Cedin Maria Aparecida Segolin Rezende) também recebeu uma nova unidade de educação infantil. Foram contemplados ainda os bairros Jardim Limoeiro (Cedin Ignes Sagula Fossá), Bosque dos Eucaliptos e Paineiras.

Novas vagas

A rede de ensino municipal de São José conta atualmente com 112 escolas de educação infantil. Mais de 32 mil alunos são atendidos na modalidade. Quando as aulas presenciais forem retomadas, a pequena Débora Sá Spaciuk, de 1 ano, irá conhecer as instalações da nova escola. Concluído em maio, o Centro de Educação Infantil Diácono José Arantes Lima, no Bosque dos Eucaliptos tem capacidade para 340 crianças.

“O prédio é bem estruturado, bonito. Matriculei a Débora no período da manhã. A rede de ensino municipal é muito boa, meu filho mais velho estuda em uma escola da Prefeitura no mesmo bairro e desenvolveu bastante o raciocínio e o aprendizado. Os dois irão estudar na parte da manhã e no período da tarde e a vez da família ensinar outros valores”, disse Gisele de Sá, mãe de Débora, nova integrante da rede de ensino municipal.

Outra família que está feliz com a matricula na nova unidade escolar é a família de Lílian Mascarenhas. “Pietro tem dois anos e adora visitar a escola do irmão mais velho, que estuda na Emei Padre João Marcondes Guimarães. Quando retornarem as aulas presenciais, ele vai aprender a conviver com outras crianças e assim se desenvolver ainda mais, disse Lílian.

Além das construções, reformas e ampliações, a readequação dos espaços existentes contribuiu com a criação das novas vagas. Por meio de um novo planejamento, Gabriel Rodrigues, de 1 ano, foi matriculado na mesma escola do irmão mais velho, Arthur, de 4 anos.

“O Arthur está matriculado desde os dois anos na Emei Padre João Marcondes Guimarães. Ele adora a escola. Mesmo no período de pandemia, somos bem atendidos. As lições que estão no site são ótimas e muito criativas. Ajuda toda a família. Logo será a vez do Gabriel, que foi chamado essa semana”, concluiu Vanelli Rodrigues, mãe das crianças.

Outros investimentos

As escolas de educação infantil ainda receberam nos últimos três anos serviços de pintura e revitalização, piso de borracha para área de lazer, lâmpadas de LED, novos reservatórios, climatizadores e obras de adequação para a emissão do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

Fonte: Prefeitura de São José dos Campos (SP).