Prefeitura intensifica trabalho de combate aos formigueiros

É nesta época, de temperaturas mais amenas e estiagem, que as formigas ficam mais ativas. De janeiro a julho deste ano, cresceu 20% o número de pedidos feitos à Prefeitura de São José dos Campos, através da Secretaria de Manutenção da Cidade, para o combate aos formigueiros. Foram 288 solicitações contra 239 no mesmo período do ano passado.

E elas aparecem em todo lugar: nos gramados, nos parques e nas áreas verdes. E onde estão as saúvas e outras do tipo cortadeira, lá estão também as equipes da Urbam (Urbanizadora Municipal S/A), especialistas no assunto.

Eles fazem treinamento, atuam munidos com equipamentos de proteção individual e usam máquinas novas que dão mais agilidade ao dia a dia. São verdadeiros detetives na caça aos olheiros dos formigueiros. Olheiros são pequenos buracos, que funcionam como portas, por onde as formigas vão e voltam. E é ali que está o segredo de um trabalho bem feito.

Defensivo

Depois de localizar os olheiros, é feita a aplicação de um defensivo não tóxico que não agride o solo nem a vegetação. Esse produto, à base de água, se espalha por debaixo da terra e a fumaça que sai da máquina indica quantas portas têm o formigueiro. Daí em diante, é tampar buraco por buraco para que o produto tenha maior eficácia.

O trabalho é cheio de detalhes que não escapam aos olhos do Marcos Luiz da Silva, que tem 49 anos e é um dos integrantes da equipe. “A gente vai seguindo o caminho das formigas até encontrar o olheiro. As formigas da espécie quenquém são as mais trabalhosas porque elas escondem seus ninhos. Se escondem, mas o pessoal da Urbam acha.”

Além dos pedidos pela Central 156 (telefone, site e aplicativo), os funcionários vasculham formigueiros pela cidade toda. Os números já ultrapassam 500 ações neste ano.

“A gente não se cansa de procurar. No caminho de volta pra casa, no fim de semana, em qualquer hora, estou de olho para ver se tem formigueiro crescendo na cidade”, disse José Idésio, que faz parte do time de combate aos formigueiros de saúva, quenquém e lavapés.

Orientados pelo monitor Haroldo Botossi Neto, 39 anos, o grupo troca conhecimento e experiências. “Aqui todo mundo se ajuda para que o trabalho seja bem feito. Um vai transmitindo o que sabe para o outro”, afirmou Neto.

Nesse trabalho de formiguinha, dia a dia, as áreas verdes vão ficando mais seguras, com o controle das pragas.

Solicitações

Todo morador de São José dos Campos pode solicitar a retirada de formigueiros que estejam em parques ou qualquer área pública. Basta fazer contato com a Central 156.

Assim como as formigas, o controle de pragas é realizado pela Secretaria de Manutenção da Cidade com relação a ratos, baratas e pernilongos em áreas públicas.

Acompanhe mais notícias de São José dos Campos (SP) em nossas redes sociais. Instagram: @cidadaojoseenseoficial. Facebook: Cidadão Joseense.