Governo de SP lança pesquisa de satisfação dos usuários do SUS paulista

Ação da Ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde fará avaliação sobre a regionalização dos serviços de saúde da rede estadual.

O secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Eleuses Paiva, anunciou ontem (12), durante o Gabinete 3D em Piracicaba, o início da pesquisa sobre a satisfação dos usuários de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado. Os questionamentos, feitos pela primeira vez por meio do WhatsApp da Ouvidoria da SES, vão analisar a percepção dos pacientes do SUS residentes no estado que foram submetidos a internações hospitalares no período entre novembro de 2022 e abril de 2023 e, assim, avaliar a regionalização dos serviços de saúde na rede.

Ontem (12), no primeiro dia de disparo, as mensagens foram enviadas para pacientes da cidade de São Paulo e da região de Piracicaba, no interior paulista. As demais regiões do estado serão incluídas gradativamente até o dia 27 de setembro.

“A pesquisa é para saber se os pacientes foram atendidos perto das suas residências e saber sobre a qualidade do atendimento. Nós precisamos identificar se no SUS as pessoas estão sendo bem atendidas, se a qualidade da instalação onde houve atendimento era adequada. Se a pessoa foi atendida neste período de seis meses, ela vai receber a pesquisa,” informou Paiva.

Uma análise preliminar identificou três grupos dentro do conjunto de mais de um milhão de pessoas que fizeram uso dos serviços do SUS durante o período observado: aqueles que receberam atendimento em sua área de residência, os que foram assistidos em regiões vizinhas e os que foram atendidos em unidades de saúde fora da sua região de saúde. Essas categorias representam aproximadamente 70%, 20% e 7% da população total atendida, respectivamente. Cerca de 25 mil usuários, que se encaixam nesses perfis, foram selecionados com auxílio de Inteligência Artificial (IA), garantindo uma amostra representativa do total.

A pesquisa tem um grau de confiabilidade de 95% e margem de erro de 2% e atende a todos os requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), protegendo o cidadão do uso indevido dos seus dados pessoais. As quatro perguntas, enviadas de forma automatizada, também com uso de IA, focam na avaliação dos hospitais específicos onde o paciente foi atendido, dos serviços estaduais disponíveis no município de residência do pesquisado, do tempo de espera e da distância percorrida para receber atendimento. A expectativa é de que 25 mil pacientes sejam ouvidos na primeira etapa da pesquisa. Um relatório com a análise das respostas será elaborado por equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde.

A validação da conta oficial de WhatsApp da Ouvidoria foi conduzida pela própria plataforma, garantindo aos usuários a confirmação da origem das mensagens recebidas, por meio do número (11) 3066-8800. Somente indivíduos registrados nas bases de dados do SUS/SP terão acesso ao questionário, proporcionando a garantia da participação e a qualidade dos dados obtidos. Também é possível verificar a autenticidade da pesquisa em um informativo no site da Secretaria da Saúde (saude.sp.gov.br).

Fonte: Governo do Estado de São Paulo.

Acompanhe mais notícias de São José dos Campos (SP) em nosso Instagram: @cidadaojoseenseoficial.